SISTEMAS

CONSTRUTIVOS

Construção adaptada a si através do conceito de parede térmicas Fixolite, Light Steel Framing (LSF), Alvenaria ou Wood Frame (Estrutura em Madeira). Conheça aqui as características de cada um e as vantagens que poderão oferecer ao seu projeto.

Análise Comparativa

Para uma comparação rápida, tem abaixo os seguintes gráficos, onde poderá ter uma percepção imediata das principais diferenças e similaridades entre os nossos sistemas construtivos. Para qualquer dúvida que tenha, não hesite em contactar-nos através do nosso formulário ou qualquer outro meio disponibilizado.

INÉRCIA TÉRMICA

A Inércia Térmica é o que se chama à capacidade que o edifício tem para reter a temperatura no seu interior. Ou seja, garante uma casa mais fresca no Verão e mais quente no Inverno.

FRACO

FORTE

FIXOLITE
LSF
ALVENARIA
WOODFRAME

RAPIDEZ DE CONSTRUÇÃO*

Apesar de conseguirmos ter um período de execução de obra aproximado nos 4 sistemas construtivos, a construção em LSF, WOOD FRAME e THERMIC-WALL, são definitivamente os que lideram neste âmbito

0 meses

18 meses

FIXOLITE
LSF
ALVENARIA
WOODFRAME

*Gráfico estimativo para construção de moradia térrea com aréa aprox. de 150m2

ESPESSURA TOTAL DAS PAREDES

Este é um ponto importante a considerar, uma vez que poderá influenciar os m2 úteis da construção.

0 cm
THERMIC-WALL
0 cm
LSF
0 cm
ALVENARIA
0 cm
WOOD FRAME

CONCEITO TÉRMICO DE PAREDES

FIXOLITE

Este Conceito caracteriza-se pela utilização de blocos de aparas de madeira com isolamento, EPS grafite ou cortiça, incorporado e que permite a construção de paredes estruturais em betão com elevada resistência térmica. É um sistema estrutural e térmico, para paredes exteriores. Não precisa de reforço de estrutura através de pórtico, pilares e vigas, e é constituído por aparas de madeira e um isolamento grafitado de alta densidade térmica. Isto permite-lhe responder às mais exigentes normas respectivas ao nível de isolamento térmico e acústico.

Uma vez que o bloco em si já possui estas características, torna-o um concorrente muito forte no âmbito do isolamento uma vez que não é dependente do revestimento exterior para conseguir bons resultados, conseguindo poupar mais de 45% nos custos dos mesmos, e permite poupar bastante em contas de climatização.

O uso do FIXOLITE, caracteriza-se como sendo um método de construção sustentável, permitindo reduzir os impactos ambientais através da redução de energia e de produção de resíduos. As diferenças do valor inicial entre construção tradicional e o FIXOLITE é rapidamente recuperada na poupança que se verifica depois nas facturas de electricidade ou gás, uma vez que já não é preciso tanto investimento em climatização do interior da habitação.

A sustentabilidade está cada vez mais predominante na nossa sociedade, e acaba por ser um bom investimento, com maior valorização do que edifícios tradicionais e menos manutenção uma vez que os materiais têm uma durabilidade superior.

CONSTRUÇÃO ATRAVÉS DO USO DE

LIGHT STEEL FRAME

O LSF, derivado do termo inglês Light Steel Framing, é precisamente o que o nome sugere. É um sistema composto por uma estrutura leve de perfis de aço galvanizado, que depois é revestida por placas de OSB, perfilaria, placas de gesso cartonado entre outros elementos que completam a estrutura, oferecendo estabilidade e isolamento.

As principais qualidades deste sistema são a facilidade de manuseio e montagem, e a rapidez de construção. Temos como exemplo a instalação de cablagem, que devido à estrutura das paredes, facilita bastante a sua instalação, poupando imenso tempo nesta etapa relativamente aos outros sistemas construtivos.

Em contraposição, o LSF apresenta algumas desvantagens. Apresentando uma limitação de altura até 3 pisos. A explicação resume-se ao facto de que, apesar de ser uma estrutura muito boa em caso de actividade sísmica dado à sua flexibilidade, pelo mesmo motivo não é viável para edifícios de muitos pisos, sendo necessário a aplicação de alguns elementos estruturais mais resistentes. Outra desvantagem será o facto de que, uma vez que se trata de uma estrutura de aço, não é totalmente recomendada para construções próximas do mar, havendo maior probabilidade de patologias relacionadas com a oxidação.

Contudo, e voltando a uma qualidade que hoje em dia é impriscendível no ramo da imobiliária, a estrutura em LSF é isolada pelo exterior através de placas de poliestireno expandido, placas de OSB, lã de rocha e placas de gesso laminado. Tudo isto permite ao edifício ter níveis muitos bons de isolamento térmico, permitindo uma grande poupança de energia, não sendo necessários tanto gasto em climatização, e sendo por esta e outras razões, amigo do ambiente.

Uma grande vantagem das estruturas LSF, é que elas vêm prontas de fábrica com esquadrias e encaixes, perfeitos para garantir a excelente execução da obra sem erros humanos , desperdícios, menos logística e prazos mais curtos.

CONSTRUÇÃO ATRAVÉS DO USO DE

ALVENARIA

Muitas vezes falado como sendo o método convencional, a utilização do tijolo na construção é um dos mais conhecidos. Mas hoje em dia, é necessário cada vez mais a consideração da redução do impacto ambiental e a optimização de eficiência do edifício.

Assim, a ConstruConcept aposta na utilização do Bloco Térmico que é ideal para a construção de paredes em alvenaria mais eficientes, e devido ao seu formato de encaixe, permite uma aplicação mais rápida e também favorece o alinhamento da estrutura.

Estes blocos são constituídos por um agregado de argila expandida onde é necessário a aplicação de ETICS* com mínimo de 5 cm de espessura. Neste tipo de estrutura é obrigatório uma estrutura de pórtico, pilares e vigas.

*ETICS: sistemas de isolamento que protegem o edifício contra os elementos e proporcionam o conforto interno do mesmo

CONSTRUÇÃO ATRAVÉS DO USO DE

WOOD FRAME

A Construção em Wood Frame, é tal como o nome sugere, uma estrutura feita em madeira. É um sistema que permite a construção seca, limpa, rápida, prática e sustentável uma vez que é reproduzida a partir de madeiras de reflorestamento e permite a construção até 5 pisos.

A estrutura é revestida com placas OSB, que por si é constituído por lascas de madeira reaproveitada que além de reforçar o conceito da sustentabilidade permite amenizar os efeitos da anisotropia da madeira. Como sabemos, ela tem tendência a expandir e/ou retrair dependendo das condições em que se encontra, as placas OSB vão ajudar a contrapor este efeito.

Este tipo de construção é muito usado no Canadá, Japão e Estados Unidos e permite diversos acabamentos como qualquer outro método construtivo. Algumas das vantagens além da rapidez e sustentabilidade na construção, é que a madeira permite garantir o conforto térmico e acústico e tem a mesma durabilidade que uma casa feita com construção convencional e ainda, qualquer alteração necessária (reforma ou ampliação) depois da obra já concluída é muito fácil, rápida e económica.

Apesar de ser um sistema antigo, o Wood Frame pode ser considerado moderno uma vez que junta a tecnologia à inovação. Muitos associam a ideia de construções em Wood Frame com um acabamento de estrutura de madeira, mas elas não precisam de ter essa aparência final. A utilização de placas OSB é possível chegar a um acabamento semelhante às casas em alvenaria ou concreto. Hoje em dia as possibilidades são inúmeras e as construções ganham um ar moderno.

Perguntas Frequentes